Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT)

Os Núcleos de Inovação Tecnológica foram regulamentados a partir da Lei 10.973, de 10 de Dezembro de 2004 e do decreto 9.283, de 7 de Fevereiro de 2018. Essa lei define os NITs como sendo órgãos que fazem a gestão das políticas de inovação das instituições.

Na UNIGRAN, o NIT tem como objetivo de atuar como uma aceleradora de projetos tecnológicos por meio de mentorias acadêmicas, validações de mercado, interligações com mercado de investidores e lançamentos.

Os projetos tecnológicos que serão acelerados no NIT podem vir por meio de trabalhos desenvolvidos por alunos (que podem vir de Trabalhos de Conclusão de Curso ou de trabalhos apresentados em eventos internos na instituição) ou por meio das demandas advindas da comunidade empresarial da região através de parcerias ou encomendas específicas.

Para que o projeto seja selecionado no NIT, o projeto deve passar por uma entrevista, onde haverá a avaliação pelos seguintes critérios: relevância do projeto, organização, escalabilidade, formação de equipe e planejamento. Os projetos são alocados de acordo com a demanda e a disponibilidade de espaço no NIT.

Além disso, o NIT pode servir como local para pequenas oficinas e palestras, com o intuito de disseminar a cultura de inovação na comunidade.